sábado, 22 de julho de 2017

A casa de banho do meu filho

Cortinas cor de rosa, escova roxa e cor de rosa, pasta cor de rosa... Quem não soubesse, diria que eu tenho uma filha. Nem por isso. Tenho um rapaz mesmo rapazolas, apenas não me preocupo em criar-lhe preconceitos precoces nem estereótipos cada vez mais desatualizados. Sim, os meninos podem gostar de cor de rosa e as meninas de azul. E isso não tem nada a ver com a sua sexualidade! 
E o mais engraçado é que o Tiago até nem é fã da cor e nada foi escolhido por ele. As cortinas já lá estavam antes de ele chegar, a escova é de um conjunto de dois em que a outra era azul e vermelha e a pasta, comprada pela mãe, era a mais barata que havia à venda naquele dia. Mas ele gosta, para ele é normal, é apenas mais uma cor, como o amarelo ou o verde. E eu espero que assim continue a pensar ao longo da vida. 

2 comentários: